Sonhos de noites passadas

Ghost Loft - So High Eu estava deitado em minha cama sozinho, olhando para a lua através da janela aberta, lua que toda noite vem me visitar. Até que fechei meus olhos e adormeci. Acho que consegui dormir somente alguns minutos até que fui acordado com um beijo. Apavorado, não conseguia me mexer e nem... Continuar Lendo →

Sentimento assassinado

Me sinto culpado por quase tudo o que acontece. Me cobro por tudo. Sempre acho que posso fazer algo para mudar algo. Mas infelizmente não é assim, as vezes as coisas não estão mais em nossas mãos. Eu fiz de tudo por nossa história, por você, porém você sempre fugiu. Mas por te amar eu... Continuar Lendo →

Fogo de corpo e alma

Diferente do outro conto, esse não tem nada explícito. E também não descrevi nada, porque quero que você imagine tudo. Que tal? Ah! Leia ouvindo a música abaixo, fica melhor ainda. Caso queira mais músicas sexys, criei uma playlist no spotify chamada SEX, vou colocar o link depois do texto. Boa imaginação. Música: MOVEMENT -... Continuar Lendo →

Companhia fria

Aquela brisa gelada que vem me visitar em todas as noites frias, teima em vir sozinha, e sempre me pega do mesmo modo, sozinho e frio. Dona brisa, por que não traz contigo algo que possa me aquecer? Acender a chama que fora apagada um dia? Algo que seja verdadeiro e que não seja passageiro.... Continuar Lendo →

Quer namorar comigo?

Bem, hoje é um dia especial. Então decidi lhe escrever essas palavras e quero que você guarde contigo para todo o sempre. Não irei escrever tantas coisas, porque senão, iria escrever muitas coisas. Eu me lembro da primeira vez que te vi. A primeira coisa que pensei foi “que linda!” Porém, antes disso tudo, cheguei... Continuar Lendo →

Quando a morte inicia uma vida

Mesmo com a escuridão presente em toda minha eternidade, eu lhe amei. Algo impossível para alguém que vive de morte, e por que não, morto? Quando nossos olhos se cruzara pela primeira vez, avistei sua alma, pura, avistei a imensidão da vida. E algo que não consigo compreender até hoje, não avistei a coisa que... Continuar Lendo →

Uma página do diário da insanidade

E aqui estou novamente na frente do mesmo bar na beira da estrada no deserto. São exatamente 18:15 e vejo no horizonte o sol sumindo e deixando o céu alaranjado com pontos roxos. Maravilhoso! A droga desse Volkswagen 68 ainda abandonado aqui no canto, cheio de areia. Que triste um lindo carro todo fodido. Mas... Continuar Lendo →

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑