A difícil jornada de criar algo

DOKKEN – ALONE AGAIN

Imagina comigo as coisas crescendo aos poucos, saudável, tempo ao tempo, ficando forte, ficando gostoso, até que vire um sentimento que chega a dar aquele friozinho na barriga, vire algo que te faça se sentir único, especial, motivado e especialmente feliz. Quando a troca dos olhares dizem muito mais um para o outro, quando o beijo fica mais lento e mais poderoso, porque já não é só contato físico, é contato de almas.

Isso seria o ideal, certo? Acho que é o que todos queremos. Para mim, existem duas formas de acontecer isso. Quando tudo vem naturalmente, sem a escolha das pessoas. E a outra forma, também vem naturalmente, mas você chega a escolher que você quer isso. Por exemplo, no primeiro caso, a vida vai fazendo o seu trabalho, faz todo o sentimento aparecer sem que você note, no fim, você está apaixonado e quer ficar com a pessoa. No segundo caso, você se interessa por alguém, rolou aquela química, sabe? Aí você investe nela, aí no caso é um investimento, você vai fazer as coisas acontecerem. Ou pelo menos tentar. Certo?

Agora imagina comigo outra coisa, vamos esquecer o primeiro exemplo, porque ele é o mais bonito, é quase certeza que dará certo. Vamos focar no segundo exemplo. Rolou a química e você decide agora investir na pessoa, decide investir seu tempo para tentar criar algo, óbvio que você quer receber o mesmo, quer que seja recíproco. Mas aí você percebe que a outra pessoa não está no mesmo nível que você, ao invés dela fazer a parte dela pra tentar alavancar as coisas, ajudar a criar a história, ela acaba indo pra outros caminhos que acabam te decepcionando, caminhos que ferem seus valores (NÃO ACEITE NADA QUE FIRA SEUS VALORES). É aí que tudo desanda, porque você acaba perdendo aquele interesse. É complicado, porque você começou a criar as coisas, mas aí você se depara com isso. Seria tão fácil se as duas pessoas caminhassem juntas e criassem as coisas juntas né? Pois é!

Mas eu tenho um pensamento em minha cabeça. É bom que acabe antes mesmo. É melhor uma dor pequena agora do que se decepcionar mais depois. Porque quando você se apaixona de verdade, as decepções são muito piores. Vamos procurar algo que seja leve, que seja bonito e que nos deixe realmente feliz. Não queremos dor de cabeça na vida. Não é mesmo?

Mas fique tranquilo! O que você procura virá e irá acontecer do jeitinho que você sonha.

-William Heleno

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: