O seu corpo no meu se transforma na mais pura poesia erótica

Atenção: Texto +18, Erótico.

Dicas para melhor leitura desse texto: Leia devagar e respeitando pontuação. Imagine cada frase. Leia com emoção. Esse texto é um ato de amor e há forte envolvimento emocional entre os personagens, tente imaginar isso também. Um olhar é muito mais que um olhar, um toque é muito mais que um toque. Há também uma indicação de música para esse texto para melhor aproveitamento. Boa leitura.

Ambos se olhavam fixamente naquele quarto semi escuro, apenas com os abajures acesos. Michele e John, de pé em frente à cama, sem dizer uma só palavra já sabiam que um queria sentir o corpo do outro.

John vai se aproximando lentamente de Michele. Quando fica a dois passos dela, ele a pega pela cintura e a puxa forte até ele, fazendo com que seus corpos fiquem juntos. Michele olha para cima, pelo fato de John ser maior, e continua olhando em seus olhos. John aperta mais o corpo de Michele em seu corpo, olha em sua boca, e a beija.

Enquanto se beijam, John coloca sua outra mão na cintura de Michele, e com ela vai subindo lentamente pelas costas, fazendo com que ela sinta seus dedos e se arrepie a cada toque. Sua mão vai subindo até chegar na nuca. John a arranha lentamente fazendo com que Michele pare involuntariamente seu beijo e respire forte pela boca, demonstrando estar se excitando. Aproveitando o momento, John sobe um pouco mais sua mão e puxa o cabelo de Michele para baixo, fazendo com que sua cabeça se incline e deixe seu pescoço virar um alvo fácil para a boca dele.

Michele fecha seus olhos e fica com seus braços entrelaçados em cima dos ombros de John enquanto ele a beija lentamente no pescoço. John em meio aos beijos, vai lhe dando mordidas que fazem com que ela se arrepie e respire mais ofegante. Ele a vai beijando e vai subindo, fazendo caminho até chegar à sua orelha. Chegando ao pé da orelha dela, John da um chupão em seu lóbulo e logo após sussurra em seu ouvido:

-Eu quero chupar você todinha!

Michele com os olhos fechados sorri e diz em tom baixo:

-Chupe! Eu sou todinha sua.

John sorri e aperta a bunda de Michele forte e a vira de costas para ele. Ele a agarra por trás colocando suas mãos sobre sua barriga e morde seu ombro suavemente. Ele tira o cabelo do ombro dela. John volta a beijar o pescoço e ao mesmo tempo coloca suas duas mãos dentro da camisa de Michele e as fica passando em sua barriga suavemente. John vai subindo suas mãos e ao mesmo tempo vai tirando a camisa dela. Michele começa a

fazer movimentos com o quadril para ficar rebolando e excitando ele. John tira a camisa de Michele lentamente e a joga no chão. Então começa a beijá-la nos ombros e nas costas, ao mesmo tempo, ele tira seu sutiã e o joga no chão também. Cheio de vontade, John pega nos peitos dela e os fica apertando suavemente fazendo com que Michele dê um pequeno gemido e diga:

-Você me deixa doida, sabia?

-Vou te deixar mais ainda. -Diz John mordendo a orelha de Michele e dando um tapa na bunda dela.

John começa a andar lentamente com ela, ainda agarrados, até se aproximarem da cama. John empurra Michele na cama e ela cai de quatro sorrindo. Ela se deita e se vira para John e o fica observando.

-Tira essa roupa -Diz lentamente Michele com os olhos fixos nos olhos de John.

John a obedece e começa tirar sua camisa lentamente. Em momento algum ele tira seus olhos dos olhos de Michele.

-Está gostando? -Diz John com sorriso malicioso de canto.

-Estou amando. -Sussura Michele depois de morder seus lábios.

John tira sua camisa e a joga no chão. Desabotoa o botão de sua calça e a deixa cair naturalmente até seus pés.

-Feche seus olhos minha linda.

-O que você vai fazer amor? -Diz Michele fechando os olhos lentamente.

Após Michele fechar seus olhos, John termina de tirar sua roupa por completo e fica nu. Sobe na cama de joelhos e fica admirando aquela mulher que o espera. A mulher mais sexy que já vira e que o deixa doido a cada toque e a cada beijo. John respira fundo e vai se aproximando cada vez mais de Michele até ficar totalmente por cima e sua cabeça ficar alinhada com a dela. John fica olhando o rosto de Michele por alguns instantes e lentamente vai aproximando seus lábios aos lábios dela, até que começam a se beijar. O beijo se inicia lento, romântico. John deita seu corpo sobre o corpo de Michele devagar e assim ambos conseguem sentir a respiração e o coração batendo um do outro.

John pega nos braços de Michele e os estica, deixando ela em uma posição como se estivesse crucificada. John entrelaça suas mãos nas de Michele e começa a beijá-la mais intensamente. A respiração fica mais ofegante e os corpos não conseguem mais ficar parados. John morde o lábio inferior de Michele e o puxa, logo após ele abandona a boca dela e parte para o pescoço, lugar onde ele começa a chupar e beijar. Excitada, Michele dá um pequeno gemido. John pausa seu ataque ao pescoço com uma

tumblr_o48g8xux5y1s3wrzfo1_r1_500
mordida, olha nos olhos de Michele e começa a descer seu corpo. Durante a descida ele a beija no queixo, desce e beija a garganta, continua e beija o tórax, vai beijando lateralmente e lentamente até chegar no ombro. Ao chegar ele faz o caminho de volta inteiro beijando até chegar no outro ombro. Michele ainda de olhos fechados fica com sua boca semi aberta. John continua sua descida e chega aos peitos. Larga as mãos de Michele e com uma mão ele pega um peito e aperta, fazendo com que Michele respire fundo pela boca. John passa sua língua lentamente no mamilo direito de Michele e começa a chupá-lo. Faz movimentos com a língua para ela sentir mais prazer. Michele se contrai e dá um pequeno gemido. John para de chupar de uma lado e começa a chupar o outro peito da mesma maneira, fazendo movimentos com a língua e mesmo tempo usando suas mãos para massageá-los.

-Que delícia John! -Sussura Michele mordendo seus lábios.

John continua e volta para o outro peito, repete o que tinha feito antes e termina mordendo suavemente a ponta do peito esquerdo. John continua sua descida e chega na altura do umbigo de Michele. John coloca sua língua um pouco abaixo do umbigo e sobe lambendo a barriga de Michele pelo meio até chegar nos seus peitos. Michele contrai a barriga e respira ainda mais ofegante. John desce novamente e fica beijando a cintura de Michele e coloca suas mãos na calça dela, única peça de roupa que ainda resta, mas antes de começar a puxar com as mãos, John morde a calça na altura do botão e começa a tirá-la puxando com a boca. Quando a calça foi saindo, John o ajuda a tirar com suas mãos e aproveita e vai tirando a calcinha de Michele junto. Quando termina de tirar, ele joga a calça e a calcinha no chão e fica olhando novamente para Michele, agora nua, a admirando.

De joelhos em cima da cama, John pega nas pernas de Michele e as abre. Fecha os olhos e começa a beijar as coxas suavemente e nos intervalos dos beijos pequenos chupões. Após fazer isso nas duas pernas, John começa a beijar a virilha de Michele e logo após lambe por algumas vezes. Michele já não respira normalmente, sua respiração muito ofegante não a deixa mais respirar pelo nariz, só pela boca. John dá uma pausa, olha para o rosto de Michele, mas ela não o vê, pois está com os olhos fechados. John da um pequeno sorriso de canto, coloca a língua pra fora e lentamente lambe a vagina de Michele. Michele treme seu corpo e da um gemido alto e morde sua boca.

-Continua John.

John começa a chupá-la lentamente. Michele pega nos cabelos dele e o aperta. John fica fazendo movimentos com a língua sobre o clítoris e Michele começa a gemer em tons diferentes, começa a rebolar para que os chupões e lambidas dele ficassem no seu

tumblr_mb84mn1lkk1r3si7eo1_500
ritmo. Com dois dedos ele ajuda a massagear a vagina ao mesmo tempo em que a chupa.

-Que boca deliciosa, continua assim! -Diz Michele no intervalo de seus gemidos.

John usa um dedo que estava usando para massagear e o enfia dentro de Michele. Fica fazendo movimentos, enfiando e tirando lentamente, o que estava deixando Michele doida. Retorcia seus olhos de tanto prazer que estava sentindo.

-Já quer me fazer gozar? -Michele diz gemendo.

John vai parando aos poucos com os dedos e com a língua e fica de joelhos em cima da cama novamente.

-Não, acho que vou te torturar um pouco mais. Por que você não me mostra o que você sabe fazer com essa boquinha gostosa também?

Michele respira fundo se recuperando e fica de joelhos também na frente de John. Ambos se encaram por uns instantes. Michele chega no pé da orelha de John e sussurra:

-Vou te mostrar o que essa boca sabe fazer.

Michele morde a orelha de John e ao mesmo tempo pega no pau dele e massageia um pouco. Michele fica de quatro de frente para John e abre sua boca. Lentamente ela vai pondo o pau dele em sua boca. John sorri e fecha seus olhos. Ela começa a chupar, tira e põe da boca, passa a língua na ponta e volta a chupar. Ela faz isso algumas vezes. John passa uma mão na cabeça de Michele e a fica observando chupar. Ela para e começa o masturbar.

-Gostoso amor? -Michele diz com um tom de voz sexy.

-Está delicioso. Desse jeito não consigo ganhar de você. -Sorri John.

tumblr_mgsuyz2hu51rc896po1_500

Michele puxa John pela cintura e ele entende que ela quer que ele deite. John se deita virado para cima e Michele sorri de canto. Ela fica entre as pernas dele e pega novamente seu pau e começa a chupar mais rápido. John começa a respirar mais ofegante também. Enquanto Michele chupava, encarava John com seu olhar provocante fazendo com que ele mordesse o lábio de tanto tesão que estava sentindo.

Michele para e vai engatinhando lentamente até a boca de John. Quando chega, lhe dá um beijo que dura alguns segundos. Michele se posiciona sobre o pau de John e lentamente vai pondo ele dentro dela. Com os olhos fechados e boca aberta, ela contém sua respiração, e geme bem gostoso quando consegue colocar tudo dentro. John pega nos dois peitos de Michele e os fica apertando e ao mesmo tempo faz massagem nos mamilos.

Michele começa a cavalgar devagar e aos poucos vai aumentando a velocidade na mesma intensidade que aumenta sua respiração. John tira suas mãos do peito de Michele e as coloca na cintura dela acompanhando seus movimentos. Michele segura seus cabelos e fica fazendo movimentos sexys para provocar John. O que estava dando certo.

-Como você está sexy. Continue! -Diz John bem baixinho olhando nos olhos de Michele.

33

Michele joga seus cabelos para um lado e vai deitando por cima de John até ficarem cara a cara. Ainda rebolando, Michele gruda sua boca na boca de John e fica respirando forte e gemendo. John sem aguentar, morde o lábio de Michele e o puxa. Ele leva uma mão até a cabeça de Michele e agarra seus cabelos fortemente. Com o outro braço ele a envolve pela cintura e começa a meter mais forte. Michele fecha seus olhos e geme alto várias vezes.

-Vai! Mete mais! -Diz Michele em tom alto e ofegante.

John continua metendo forte e mais rápido. Michele depois de vários gemidos altos levanta seu tronco, apoia suas mãos no peito de John e começa a rebolar rapidamente. Suas pernas tremiam e seus olhos sem foco algum olhavam para o rosto de John, que estava também ofegante e a encarava.

Michele vai diminuindo seu ritmo aos poucos e fica gemendo bem baixinho. John passa sua mão no rosto de Michele a acariciando, ela aproveita e pega a mão dele e chupa seu dedo indicador. John sorri e usa a mesma mão e pega no pescoço de Michele e a empurra para que ela deite na cama.

-Fica de quatro pra mim. -Diz John encarando Michele e ainda com sua mão no pescoço dela.

-Você está sendo mau comigo? -Pergunta Michele em tom provocativo.

-Estou! -John diz em tom mais sério a encarando.

-Continue então. -Diz Michele bem baixinho

John a solta e ela o olha com um olhar provocativo e lambe seu próprio lábio. Michele lentamente vai ficando de quatro. Até que ela sente um tapa em sua bunda, dá um gritinho de dor misturado com gemido e morde sua boca. John a fica observando se mover e fica admirando suas curvas e cada detalhe de seu corpo. John põe suas mãos nos ombros de Michele e vai descendo devagar pelas costas a arranhando com seus dez dedos até chegar na bunda. O corpo de Michele se arrepia e ela se contorce dando pequenos e baixos gritos de dor. Suas costas ficam marcadas com o caminho dos dedos que a arranharam. John da um sorriso de canto, pega seu pau e fica passando a ponta dele na vagina lentamente. Michele dá pequenos gemidos e empina mais sua bunda.

-Mete amor! -Diz Michele clamando.

John lhe dá outro tapa na bunda que faz com que Michele sorria e morda sua própria boca novamente. John vai colocando seu pau dentro de Michele lentamente. Michele fica ofegante e geme durante a penetração. Depois de colocar tudo, John começa a meter e Michele fecha seus olhos.

-Gostoso amor? -Pergunta John provocando Michele.

iaaaaaaaaaaa

Michele geme em um tom alto e John entende a resposta. Ele começa a meter mais rápido e fica ofegante junto com Michele. John estica seu braço e pega nos cabelos de Michele e o puxa fazendo com que sua cabeça levante, com a outra mão lhe dá outro tapa na bunda. Michele dá um pequeno grito misturado com sua respiração ofegante e começa a rebolar no pau de John. Ele fecha seus olhos e fica sentindo Michele. Quanto mais ela aumentava a velocidade, mais John puxava seu cabelo. John continuava metendo com força, até que depois de um tempo Michele foi parando aos poucos.

John percebendo que Michele já estava cansada, a puxa para trás fazendo com que ambos fiquem ajoelhados e as costas de Michele fique colada no peito dele. John morde e fica beijando o pescoço de Michele e ela coloca um braço para trás para envolvê-lo no pescoço de John. Com uma mão, John começa a massagear a vagina de Michele. Aos poucos ela começa a se contorcer nos braços dele, seu corpo vai ficando mole e seus olhos começam a se contorcer suavemente. John coloca sua boca na orelha de Michele e apenas sussurra, sem palavras, que faz Michele se arrepiar dos pés à cabeça. John vai parando de massagear aos poucos e quando para, Michele se vira para ele e lhe da um beijo demorado. Durante o beijo, John vai se deitando por cima de Michele devagar até que os dois fiquem deitados.

Ainda se beijando enlouquecidamente, Michele coloca suas mãos nas costas de John e o arranha forte, fazendo com que John pare o beijo e faça um pequeno som de dor com sua voz. John fica olhando fixamente para os olhos de Michele e ela o corresponde da mesma maneira. John coloca novamente seu pau dentro de Michele, que geme, porém ainda olhando nos olhos de John. Ele começa a meter. John coloca suas duas mãos debaixo da cabeça de Michele, aproxima mais o seu rosto ao rosto dela, suas bocas se encontram levemente e ali ficam.

Agora estão ali, rosto com rosto e coração com coração novamente.

tumblr_m3s2j5ptlt1rs2jpso1_500

John continua metendo e ambos não desgrudam os olhos um do outro. A feição de Michele começa a mudar, seu olhar começa a ficar inquieto, sua boca fica mais rígida, sua respiração fica mais forte, suas mãos começam a apertar cada vez mais as costas de John. Ao mesmo tempo, John fica mais ofegante do que já estava, a velocidade em que mete aumenta, seu olhar fica mais fechado. Mas ambos, em nenhum momento desviam o olhar do olhar do outro.

Michele começa a se contorcer toda e não consegue evitar a quebra de olhares. Começa a gemer alto sem controle da própria voz, fecha seus olhos, arranha forte as costas de John. Ele continua a olhando, porém enquanto metia fechou seus olhos também e não conseguiu segurar seus gemidos e nem suas pernas que começaram a tremer levemente também. E após alguns momentos, John para e abre seus olhos e vê Michele de olhos fechados com um sorrisão no rosto. Michele vai abrindo seus olhos lentamente até que se encontram novamente com os de John.

-Eu te amo meu amor. -Diz John bem baixinho.

-Eu te amo muito mais. -Responde Michele com o mesmo tom de John.

John se deita do lado de Michele e ela o agarra e deita sua cabeça em seu peito. Ele põe sua mão na cabeça dela e fica lhe fazendo cafuné. E alí ficam em silêncio por um bom tempo. Até que John:

-Amor? -Sussura chamando Michele.tumblr_nvgv6h9cvf1uwgg6oo1_500

Michele não responde e John percebe que ela havia dormido. Ele dá um pequeno sorriso e fecha seus olhos também. John fica tranquilo, porque ele sabe que em seus braços dorme a mulher que ele ama, que ela está protegida e sabe também que nenhum mau irá acontecer, porque ele está ali e sempre estará para protegê-la.

William Heleno

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: