A lua lhe trouxe um presente

Naquela noite a lua estava maravilhosa, parecendo que queria dizer algo. E foi naquela mesma noite que nos encontramos. Estávamos sentados um ao lado do outro e lá estava ela, a lua, acima de nossas cabeças nos olhando. Conversas iam e vinham até que peguei em suas mãos olhei em seus olhos:

-Quero lhe dizer algumas coisas. -Eu disse meio sem jeito.

-Diga. -Ela me olhando bem fixamente.

Continuei olhando para seus olhos sem dizer uma palavra, até que comecei a lhe dizer:

-Eu senti sua falta, de verdade. Fiquei com o peito apertado esses tempos. Isso me mostrou uma coisa, que eu sinto algo por você, talvez eu esteja apaixonado por você. Se isso não é paixão, eu não sei o que é! -Desvio um pouco o olhar.

-Hey, você está emocionado? -Ela me diz sorrindo.

Quando ela me perguntou aquilo, aí sim eu acabei desmoronando. De uma forma que não pude controlar, lágrimas começaram a sair de meus olhos, não sei o que houve. A emoção veio de uma forma inexplicável. Quando a olhei novamente nos olhos eu só queria abraçá-la. Então ela começou a enxugar minhas lágrimas que teimavam em não parar.

-Por que você está tão emocionado? -Ela me perguntou com todo carinho.

-Eu não sei. -Lhe disse em voz baixa.

Talvez eu soubesse. Eu estava lhe dando um dos sentimentos mais verdadeiros naquele momento. E a única coisa que eu queria ali era estar ao seu lado, abraçados, juntos. Mas talvez eu não poderia ter aquilo. Então comecei a acariciá-la com tanto carinho, o máximo que eu poderia dar naquele momento, e depois nos beijamos. Talvez aquele carinho e aquele beijo tenham sido os mais especiais que nós nos demos. Não foi somente um beijo, foram verdades, foram sentimentos. Nos abraçamos e ficamos ali por um tempo, abraço acolhedor, abraço quente, eu não queria mais lhe soltar, ali ficaria horas. Até que ela coloca sua mão em meu peito:

-Seu coração está acelerado. -Ela diz sorrindo.

-Pois é. -Digo com um pequeno sorriso.

Ficamos nos olhando por alguns instantes, então ela veio e beijou minha testa com carinho e eu lhe retribuí com outro beijo em sua testa com o mesmo cuidado. E novamente minhas lágrimas queriam aparecer, porém consegui me controlar e lhe abracei novamente e ali ficamos.

E, naquela noite a lua estava maravilhosa, parecendo que queria dizer algo e acho que queria, mas fez com que eu entregasse um sentimento. Aquele sentimento!

-William Heleno

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: