Foi por nós

Meu bem, escute, mas escute com o coração. Nossos olhares se cruzaram pela última vez e nós não sabíamos que seria um adeus, se eu soubesse teria feito diferente. É melancólico saber que houve um ultimo olhar, lembrar dele é doloroso. É difícil olhar para trás e ver que talvez eu tenha falhado. É mais difícil ainda saber que você está passando por momentos difíceis e eu não poder fazer nada, nem sequer dar um abraço, isso me destrói. Sei que você é forte, mas queria estar ali.

Não queria que houvesse um fim onde entreguei minha confiança, onde entreguei quem eu realmente sou. Te envolvi em meus braços e abraços para cuidar de ti, isso não foi pensando em mim, mas em você. Estive aberto para receber suas dores, para que, de certa forma, eu pudesse te ajudar. Foi pensando em você.

A gente não escolhe sentir algo. Simplesmente vem, e por algum motivo eu não lutei contra, como sempre faço. Mas sabia que eu estava colocando uma corda em meu pescoço, mas me diga uma coisa, o que é o amor sem a entrega? O amor não é egoísta, o amor é querer estar juntos em qualquer situação, é ajudar em qualquer coisa, é dar as mãos, é querer fazer o bem para o outro, é estar ali. Se eu lhe contei sobre esse sentimento, não foi por mim, foi por nós.

Queria poder pegar todas as suas dores, traumas e destruí-las. Você não merece nada de ruim, você é grande, talvez por isso eu tenha me permitido.

Queria que as coisas fossem diferentes, queria poder dizer “amanhã estaremos juntos”. Poderia ter você em meus braços agora, mas estou enterrando essa linda rosa que apodreceu sem ao menos chegar ao seu destino.

Quando um sentimento é entregue e dito, nunca duvide dele, nunca o acuse. Não são todos os dias que uma paixão se acende. Não são todos os dias que aparece alguém para lutar por você. Nunca deixei de pensar no seu lado, nas suas escolhas. Porém, eu não poderia partir sem ao menos tentar, eu seria um covarde. Eu tentei, não por mim, mas por nós!

Está tudo aqui guardado em meu coração, tudo o que foi dito e feito, a sinceridade, o diálogo, a entrega. Foi forte, foi intenso, assim como eu sou.

Agora vem aqui e me dê aquele abraço apertado e demorado, porque sempre estarei aqui, não por você, mas por nós.

-William Heleno

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: