Pequenas obras (sempre atualizando)

O amadurecimento Muitas pessoas me acham maduro demais, mas essa maturidade foi se escupindo com o tempo. A cada decepção eu me tornava uma pessoa mais forte. Nunca abaixei a cabeça, sempre olhei para ver se o erro estava em mim, e foi aí que errei. Por que sempre achamos que o erro está em... Continuar Lendo →

Hoje sonhei com você

Hoje sonhei com você. Como sempre, você estava linda. Foi bom sonhar com você, pelo menos matou um pouco da grande saudade. -Oi, tudo bem? -Você me perguntou meio sem jeito. -Tudo ótimo. -Respondi com um pequeno sorriso e ao mesmo tempo peguei em sua mão e lhe puxei até mim e te abracei forte.... Continuar Lendo →

Quando a saudade bate forte

Enquanto eu fico aqui sentado olhando pro nada nesse frio, fico imaginando tantas coisas. Uma delas é você. Hoje me bateu uma saudade, um aperto aqui no peito. Você não está mais aqui, mas eu consigo um jeito de estar. Quem me deveria fazer companhia aqui agora era você e não a senhora solidão. Não... Continuar Lendo →

A carta do coração partido

Oi. Desculpe-me se estou escrevendo essa carta e não estou falando diretamente com você. Mas não tive coragem de olhar nos seus olhos. Talvez se eu os olhasse eu desistiria de falar. O que eu quero dizer é que precisamos nos afastar. Não queria que isso acontecesse, porém seu olhar para mim não é mais... Continuar Lendo →

Noite Silenciosa

Nessa noite silenciosa e chuvosa fico aqui pensando em tudo e ao mesmo tempo em nada. As únicas coisas que fazem barulho são meus pensamentos. Como que uma noite silenciosa pode dizer milhares de coisas? Já teve o sentimento de que são seus últimos dias? De que está sozinho? Sinto um vazio intenso. Oh, irei... Continuar Lendo →

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑